Cristas em Huo Hsing Vallis
NASA/JPL/Universidade do Arizona
Cristas em Huo Hsing Vallis
PSP_008189_2080
Inglês  

twitter  •  google+  •  tumblr

FONDO
800
1024
1152
1280
1440
1600
1920
2048
2560

Esta imagem apresenta uma série de cristas longas e pouco lineares na região Huo Vallis Hsing de Marte.

Estes cumes parecem estar se formando como resultado da erosão das rochas. As cristas são provavelmente mais fortes que a rocha ao redor e, portanto, ficam para trás quando o restante da rocha se vê minguada, possivelmente por água corrente, ações do vento ou uma combinação de ambos.

Se a água desempenhou um papel na erosão da rocha e exposição destes cumes, essa água teria fluido muitos milhares ou milhões de anos atrás, talvez através de Huo Hsing Vallis. Água subterrânea também pode ter ajudado a formar esses sulcos antes da erosão. Na Terra, água e outros fluidos subterrâneos muitas vezes seguem rachaduras e falhas, uma vez que é mais fácil para os líquidos fluir através dos espaços abertos dessas fraturas do que através de rocha sólida. Estes líquidos muitas vezes deixam para trás os minerais dentro das fraturas que ajudam a fortalecer a rocha circundante através da colagem de fragmentos de rocha. Isso pode fazer a fratura mais forte do que a rocha envolvente e levar a cumes que resistem às forças de erosão.

Fraturas "cimentadas" de uma maneira similar foram encontradas em outros lugares de Marte, e, se a teoria estiver correta, pode indicar presença de água subterrânea em algum momento do passado do planeta.

Tradução: Murilo Marchiori
 
Data de aquisição:
25 abril 2008

Hora de Marte:
3:04 PM

Latitude (geocêntrica):
28°

Longitude (positiva a Leste):
67°

Altitude da nave espacial:
284 km

Escala original da imagem:
28 cm/pixel (com 1 x 1 binning) e objetos de 85 cm de lado são resolvidos

Escala projetada:
25 cm/pixel

Sistema de projeção:
Equirretangular (e o norte está localizado em alta)

Ângulo de visada:


Ângulo de fase:
40°

Ângulo zenital solar:
42°, e o Sol está localizado 48° acima do horizonte

Longitude solar:
63°, primavera do norte

JPEG
Branco e preto
projectado  sem projecção

Cor IRB:
projectado  sem projecção

Cor combinada IRB:
projectado

Cor combinada RGB:
projectado

Cor RGB:
sem projecção

JP2 PARA BAIXAR
Branco e preto:
projectado (1434 MB)

Cor IRB:
projectado (660 MB)

JP2 EXTRAS
Branco e preto:
projectado
(794 MB)
,
sem projecção  (706 MB)

Cor IRB:
projectado  (225 MB)
sem projecção  (550 MB)

Cor combinada IRB:
projectado  (379 MB)

Cor combinada RGB:
projectado  (389 MB)

Cor RGB:
sem projecção  (516 MB)
3D
Projectado, resolução reduzida (PNG)
JP2 para baixar


ETIQUETAS PARA OS PRODUTOS
Branco e preto
Cor
Cor combinada IRB
Cor combinada RGB
Produtos EDR

NB
IRB: infravermelho–vermelho–azul
RGB: vermelho–verde–azul


PRODUTOS FOTOGRÁFICOS
“arraste e solte” para HiView o clique para baixar


POLÍTICA PARA AS IMAGEMS
Todas as imagens deste site não tem limitações de uso. Elas são livres para o público e os meios de communicação. Quando possível, por favor incluir este aviso:
Imagem: NASA/JPL/University of Arizona


ADENDO
O Jet Propulsion Laboratory da NASA consegue a sonda MRO. A câmera foi construída pelo Ball Aerospace & Technologies Corp., e seu funcionamento é realizado pela Universidade do Arizona.