Pequenos vales e colorido leito rochoso em Terra Cimmeria
NASA/JPL/Universidade do Arizona
Pequenos vales e colorido leito rochoso em Terra Cimmeria
ESP_012853_1480
Inglês  Espanhol  Francês

twitter  •  google+  •  tumblr

AUDIO
MP3

FONDO
800
1024
1152
1280
1440
1600
1920
2048
2560

Essa imagem mostra uma rede de pequenos vales na região de Terra Cimmeria, localizada nas terras altas de Marte. Esse lugar se encontra a aproximadamente 1000 quilômetros ao sul da Cratera Gusev, ponto de aterrisagem de Spirit.

Os vales que aparecem nessa imagem estão escavados sobre um substrato rochoso de cor clara, que mostra um grande leque de cores, o que seguramente está relacionado com uma grande variedade de componentes minerais. O substrato está muito fraturado, e algumas dessas fraturas parecem estar preenchidas com um material de cor diferente, seguramente composto por outros minerais que foram cimentados ou cristalizados quando alguns fluídos (talvez água) circularam através dessas fraturas.

No lado direito da imagem é possível ver um vale preenchido com um material escuro e com uma crista central brilhante. Se o vale tivesse sido escavado por água líquida, essa crista poderia ser indicativo de algum antigo canal que foi preenchido por algum material grosso e que tenha resistido à erosão de maneira mais eficaz que o vale que rodeava o próprio canal.

Por toda a superfície de Marte podemos encontrar esse tipo de "canais invertidos", e alguns dos que existem nas terras altas do hemisfério sul de Marte poderiam conter sais com cloro (parecido com o sal de mesa). A cor e textura dos possíveis canais invertidos nessa imagem são parecidos com aqueles que parecem ter cloro, que poderiam ter se depositado quando a água que circulava por esse canal evaporou, precipitando esses sais.

Se levarmos em conta todos os detalhes que são vistos nessa imagem, parece que estamos contando uma história de uma zona onde já tenha existido água.

Tradução: Murilo Marchiori
 
Data de aquisição:
24 abril 2009

Hora de Marte:
3:22 PM

Latitude (geocêntrica):
-32°

Longitude (positiva a Leste):
176°

Altitude da nave espacial:
256 km

Escala original da imagem:
51 cm/pixel (com 2 x 2 binning) e objetos de 154 cm de lado são resolvidos

Escala projetada:
50 cm/pixel

Sistema de projeção:
Equirretangular (e o norte está localizado em alta)

Ângulo de visada:


Ângulo de fase:
39°

Ângulo zenital solar:
45°, e o Sol está localizado 45° acima do horizonte

Longitude solar:
253°, outono do norte

JPEG
Branco e preto
projectado  sem projecção

Cor IRB:
projectado  sem projecção

Cor combinada IRB:
projectado

Cor combinada RGB:
projectado

Cor RGB:
sem projecção

JP2 PARA BAIXAR
Branco e preto:
projectado (320 MB)

Cor IRB:
projectado (151 MB)

JP2 EXTRAS
Branco e preto:
projectado
(161 MB)
,
sem projecção  (196 MB)

Cor IRB:
projectado  (73 MB)
sem projecção  (187 MB)

Cor combinada IRB:
projectado  (339 MB)

Cor combinada RGB:
projectado  (303 MB)

Cor RGB:
sem projecção  (164 MB)
3D
Projectado, resolução reduzida (PNG)
JP2 para baixar


ETIQUETAS PARA OS PRODUTOS
Branco e preto
Cor
Cor combinada IRB
Cor combinada RGB
Produtos EDR

NB
IRB: infravermelho–vermelho–azul
RGB: vermelho–verde–azul


PRODUTOS FOTOGRÁFICOS
“arraste e solte” para HiView o clique para baixar


POLÍTICA PARA AS IMAGEMS
Todas as imagens deste site não tem limitações de uso. Elas são livres para o público e os meios de communicação. Quando possível, por favor incluir este aviso:
Imagem: NASA/JPL/University of Arizona


ADENDO
O Jet Propulsion Laboratory da NASA consegue a sonda MRO. A câmera foi construída pelo Ball Aerospace & Technologies Corp., e seu funcionamento é realizado pela Universidade do Arizona.