Cadeia de Crateras
NASA/JPL/Universidade do Arizona

Cadeia de Crateras
ESP_020280_2000
inglêsespanholitalianogrego


FONDO
800  1024  
1152  1280  
1440  1600  
1920  2048  
2560  
Esta cadeia de crateras secundárias estava alinhada com o trajeto percorrido pela MRO. Por causa da maneira como elas estão alinhadas, a HiRISE conseguiu capturar a maioria delas em uma única imagem de 25 quilômetros de comprimento.

Crateras secundárias se formam a partir do material ejetado pelo impacto inicial. Estes impactos liberam uma grande quantidade de energia e alguns materiais são ejetados com força suficiente para formar novas crateras.
As crateras secundárias podem ter o mesmo diâmetro das primárias (formadas pelo impacto de bólidos que atingem a superfície).

Além disso, também existem agrupamentos de crateras primárias (veja exemplos como PSP_010200_1805, PSP_010292_1785 e ESP_017270_2265 ), o que dificulta a determinação do processo responsável pela criação de um grupo particular de crateras. Uma característica intrínseca de crateras secundárias é que elas tendem a apresentar uma forma irregular, devido à baixa velocidade do material ejetado.

Tradução: Thiago Statella

 


 Produtos Fotográficos: “arraste e solte” para HiView o clique para baixar
JPEG
Branco e preto
projectado  sem projecção

Cor IRB:
projectado  sem projecção

Cor combinada IRB:
projectado

Cor combinada RGB:
projectado

Cor RGB:
sem projecção
JP2 EXTRAS
Branco e preto:
projectado  (230.8 MB),
sem projecção  (246.2 MB)

Cor IRB:
projectado  (109.5 MB)
sem projecção  (205.9 MB)

Cor combinada IRB:
projectado  (436.1 MB)

Cor combinada RGB:
projectado  (405.3 MB)

Cor RGB:
sem projecção  (195.5 MB)
JP2 para baixar
Branco e preto:
projectado (457.3 MB)

Cor IRB:
projectado (210.8 MB)

Etiquetas para os produtos
Branco e preto   Cor
Cor combinada IRB
Cor combinada RGB
Produtos EDR

 Geometria da observação
Data de aquisição:23 novembro 2010 Hora de Marte: 3:36 PM
Latitude (geocêntrica):19.8° Longitude (positiva a Leste):83.6°
Distância do alvo:282.0 kmEscala original da imagem:56.4 cm/pixel (com 2 x 2 binning) e objetos de 169 cm de lado são resolvidos
Escala projetada:50 cm/pixel e o norte está localizado em altaSistema de projeção:Equirretangular
Ângulo de visada:2.0° Ângulo de fase:55.8°
Ângulo zenital solar:58°, e o Sol está localizado 32° acima do horizonte Longitude solar:186.3°, outono do norte
Para produtos sem projeção
Azimut Norte:97° Azimut Sub-Solar:349.3°
Para os produtos projectados geográficamente
Azimute norte:270°Azimute sub-solar:163.7°

Mapa

A política para as imagens
Todas as imagens deste site não tem limitações de uso. Elas são livres para o público e os meios de communicação. Quando possível, por favor incluir este aviso: Imagem: NASA/JPL/University of Arizona
Adenda
O Jet Propulsion Laboratory da NASA consegue a sonda MRO. A câmera foi construída pelo Ball Aerospace & Technologies Corp., e seu funcionamento é realizado pela Universidade do Arizona.